dona libélula

(zeca baleiro e antonio rezende)

essa dona libélula não é de prosa
falar com gente não é com ela.
não é falante mas é mentirosa.
essa exibida fadinha magrela
nunca vi tanto apelido esquisito:
macaquinho, cabra-cega, pito-do-demo, zabumba,
papa-mosquito, chupeta e cambito,

canzil, calunga, aviãozinho, lava-bunda

 

mas que mentira… demoiselle chique!
mas que mentira… donzelinha encantada!

mas que mentira…risca-água! ziguezigue!
peguei na mentira… libelinha! fada!