coruja neném

(zeca baleiro)

o meu pai era coruja

minha mãe também

nasci coruja

coruja neném

 

dizem que sou feio,

feio de doer

minha mãe sempre diz:

– não! ele é lindão

lindo de morrer

 

o meu pai era coruja

minha mãe também

nasci coruja

coruja neném